Pages Navigation Menu

Tao Judaísmo de Verdade no Brasil e no mundo

Não ser INGRATOS com os pais

Não ser INGRATOS com os pais

 A sabedoria que o leitor apreciará,

foi entregada no dia 12 de agosto de 2011, pelo MENSAGEIRO DE ELOHIM, quando este entregou algumas orientações medicinais para a mãe de um monge do Templo Vegetal SAKROAKUARIUS.

 

Preocupado pela saúde de sua mãe, a qual se encontrava distante do Templo, na cidade de Medellín, na Colômbia, o monge DIOMKEO solicitou uma ajuda e conselhos medicinais para a recuperação da saúde e do bem-estar da sua mãe. Também tinha o temor de que não chegasse a tempo para encontrá-la viva e remediá-la, devido ao estágio avançado da sua doença.

 

O ENSAGEIRO DE ELOHIM, portando uma sabedoria inegualável, o orientou, dando-lhe advertências que, em realidade, serviram para todos nós. Este formoso saber, mesmo sendo curto …é bastante substancioso; fundamentalmente importantíssimo, já que é um dos parâmetros espirituais que nos ensina a não ser ingratos com os nossos pais, como também com os nossos avós.

 

 Esta é a mensagem…

 

Diz o MENSAGEIRO DE ELOHIM: Lembre-se que os filhos matam aos pais com a ingratidão. Muitos pais e muitas mães poderia haver vivido um pouco mais, porem os filhos não chegaram a tempo, ou não puderam chegar; seja por causa da displicência, abandono ou descuido, ou ódio desonrante, por razões sem razão, e sem lógica.

 

 

  Aos pais e mães doentes: a presença dos filhos é um bálsamo; balsamo que lhes produz ENERGÍA, da qual não se encontra nos laboratórios. Energia da qual ninguém mais possui, pois só a possuem os filhos e as filhas, pois é a mesma energia que saiu da sua coluna vertebral; energia que se relaciona com o seu próprio corpo, e que nenhuma outra energia se pode comparar com a energia dos seus filhos ou das suas filhas. Motivo pelo qual, torna o pai ou a mãe, a retomar da mesma energia com a qual engendrou e/ou concebeu aos seus filhos e as suas filhas.

 

 

Esta energia, ao pai velhinho ou à mãe velhinha: lhes pode prolongar a vida; sempre e quando os filhos ou filhas não façam reclamações ao pai ou à mãe, pelos supostos erros que eles hajam cometido. Pois quando existe verdadeiro amor, daquele amor filial, o qual é o mais limpo e saudável, todos os erros são transcendidos. Pois o pior erro que cometeram os pais: foi trazer filhos ingratos ou filhas ingratas a esta Terra.

 

 

Este é um carma muito perigoso: a ingratidão, a qual pouquíssimos pais a praticam. E, mesmo que a Lei de JEHOVÁ ordenara que os filhos contumazes, rebeldes, desobedientes, ladrões, fossem matados, o verdadeiro amor das mães, e mesmo de alguns pais, não denunciavam ao seu filho, ou a sua filha rebelde, contumaz, desobediente, e ladrão ou ladrona; não morresse nas mãos do oficial, ordenado pelos juízes. Mantinham ao seu filho delinqüente ou a sua filha delinqüente escondida ou escondido das pessoas, e muito mais dos juízes, com o propósito de que não descobrissem o seu mal comportamento.

 

 

Porque esta descoberta era mortal para eles, para os filhos rebeldes, contumazes, desobedientes e/ou ladrões. Com o propósito de que não morressem, e que vivessem, para assim os pais não praticarem a ingratidão com os seus filhos que, por carma ou katansia, saíram pariamente plebes e delinqüentes.

 

 

Esse tipo de filhos ~uma má porcentagem deles~, culpa aos seus pais, porque querem que os seus pais houvessem sido mais perfeitos; de uma perfeição que eles não praticam, e aqueles que a praticam, são extremamente poucos.

 

 

Se o filho ou a filha quer de verdade ao seu pai, ou à sua mãe, se é um filho de Deus, ou uma filha de Deus, assim como os pais bons e as mães boas, ~naquela bondade relativa, não olham os erros dos seus filhos para querer ajudá-los~, os filhos verdadeiros de Deus, tampouco encontram erros ou equivocações em seu pai ou em sua mãe.

 

 

  E se de repente as equivocações cometidas pelos pais, foram bastante visíveis, não é o filho nem a filha o mais apropriado ou a mais apropriada para expor este tipo de reclamações ao seu pai ou à sua mãe. E muito menos quando já está próxima, ou próximo a despedir-se do mundo dos viventes.

 

 

Estas queixas, em vez da sua presença dar vida a eles: acabam de matá-los. E assim, nessa forma, a vossa presença não seria grata diante do seu pai ou da sua mãe.

 

 

Ao pai doente, ou à mãe doente, os quais já estão ameaçados a irem ao caminho da sepultura: se deve, em todo tempo, agradecer-lhes por todo o sacrifício que realizaram, desde que foram engendrados e concebidos, gestados, lactados, e toda a luta que a mãe e o pai realizam com os seus filhos, até quando atingem a idade adulta, e quando se defendem por si sós ~todos os anos que passaram e trabalharam para conseguir o sustento diário~.

 

 

Os filhos que fenecerão nos infernos, pagando este delito, afligem e envergonham aos seus pais, tachando-os de “torpes”, “ignorantes” e “equivocados”, porem, com todos estes erros e equivocações, os alimentaram, 15, 20 ou mais anos, sem trabalhar para pagar esse alimento e essa roupa.

 

 

Todo pai e toda mãe, em sua velhice: espera o doce olhar dos seus filhos, adornado com as melodiosas palavras de agradecimento. E com esta dose de remédio, recebida pelos olhos e pelos ouvidos, sem o veneno das reclamações, mesmo que a sua cura seja atribuída aos medicamentos, o melhor remédio, depois da misericórdia de Deus, é o remédio que os velhinhos e as velhinhas recebem pelos olhos e pelos ouvidos, proveniente dos seus filhos e das suas filhas.

 

 

Remédio que pode curá-los mesmo de doenças terminais, e como mínimo, prolongar a vida deles uns dias mais, ou umas semanas mais, talvez uns meses mais, de repente uns anos mais. E, imagine, umas décadas mais!

 

 

Reverendo e venerável DIOMKEO, vai e entregue este medicamento a sua mãe.

 

 

Retire um escrito desta doutrina, a qual é patrimônio da melhor humanidade desta Terra, e leia a ela. Diga-lhe que o MENSAGEIRO DE ELOHIM, o Deus Não Conhecido, enviou a ela.

 

 

Não só a ela. Neste caso à sua mãe e a todos aqueles que queiram copiar este ensinamento, esta mensagem, para os velhinhos e as velhinhas. A copiam ou a gravam, e lhes dizem que um velhinho, talvez por agora com corpo jovem, aparentemente apresentado diante dos homens, porem que é mais velho que o tempo, o MENSAGEIRO DE ELOHIM, o Deus Não Conhecido, aqui lhes envia esta mensagem, a qual será balsamo reconfortante para os seus ossos, aos seus tecidos, e ao seu sangue.

 

 

E diga a esses velhinhos que o MENSAGEIRO DE ELOHIM e o Deus Não Conhecido: tenho para eles uma mansão que construí, desde antes da fundação dos mundos, nas melhores esferas do Cosmo e nos Sóis; que é o que vós, os humanos, chamais “nos céus”.

 

 

Sede benditos, velhinhas e velhinhos, os quais hoje possuem corpo físico na Terra. Os estou esperando nas habitações que estão preparadas para vocês, mais alem do Sol que os ilumina. Eu mesmo os levarei em meus carros de fogo.

 

 

Vão, filhos ingratos. Levem esta mensagem aos seus pais…

 

 

Peça o que precisa, reverendo DIOMKEO, para que saia no domingo, cedo, a entregar este remédio a sua mãe. E se está muito grave, saia hoje mesmo ou amanhã, mesmo sendo sábado.

 

 

E diga aos que manejam as comunicações, que coloquem esta mensagem todos os dias, até quando se cansem de ouvir este ensinamento. Que neste dia emitam esta mensagenzinha varias vezes.Taoísmo no Brasil,Taoísmo no Brasil, Taoísmo no Brasil, Taoísmo no Brasil, Taoísmo no Brasil, Taoísmo no Brasil, Taoísmo no Brasil, Taoísmo no Brasil, Taoísmo no Brasil.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 .

6 Comments

  1. Esta é uma mensagem muito bonita que ensina a todos os seres humanos a gratidão com seus pais e suas mães, porque eles são a presença
    de Deus na Terra.

  2. Ótima a mensagem, na propria Biblia diz “HONRRAR PAI E MÃE”.

    Obrigada

  3. Muito boa msg, alertadora e orientadora .
    Temos que agradecer diariamente nossos pais
    pois sem eles não estaríamos aqui agora

  4. Uma pena que a sabedoria da gratidão só conseguimos com a maturidade, felizes aqueles que conseguem tê-la ainda na juventude. Porém, nunca é tarde né?

  5. Uma linda mensagem de reflexão para quem sabe o que é um verdadeioro pai e uma verdadeira mãe.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *