Pages Navigation Menu

Tao Judaísmo de Verdade no Brasil e no mundo

OS TRÊS TIPOS DE ALIMENTOS

OS TRÊS TIPOS DE ALIMENTOS

Se observarmos a vida… o ambiente que nos rodeia, podemos classificar três esferas ou níveis básicas da existência. Três ESTADOS DE SER que se refletem dentro de nós e fora de nós.

 

Se contemplamos com consciência ativa a vida fora de nós, tanto física como dimensional, nos damos conta destas esferas existenciais: o céu ou mundos celestes onde estão os astros superiores, e mais que tudo o Reino dos céus; a vida da superfície da Terra… que é a “vida terrenal” em todos os Reinos da natureza, e a vida nos mundos inferiores que, neste caso, é a vida multidimensional do abismo, ou do Reino de Ades… que é o mesmo Averno, já comprovada sua existência por sábios iluminados como foi Dante Alighieri na antiguidade.

ceu_inferno

A vida então se manifesta, basicamente nestes três ambientes: a vida celestial, terrenal e infernal.

 

Esta classificação se reflete então em todos os aspectos da vida humana neste mundo em que existimos. Essas três classes de vida, de vibração energética e atômica está em nosso estado de animo, se reflete em nossas amizades, no amor, na sabedoria ou conhecimentos que adquirimos e manejamos, e até mesmo na profissão como também no nosso estilo de vida, entre o qual está a nossa nutrição, ou alimentação.

 

Os Veneráveis Mestres nos ensinaram a classificar os alimentos que a sociedade consume em três tipos, conforme os componentes que ela contém, a sua vibração energética e os procedimentos agronômicos e industriais aos quais foram e estão submetidos. Esses são, então, os três tipos de alimentos:

  1. Alimentos CELESTIAIS

  2. Alimentos TERRENAIS e

  3. Alimentos INFERNAIS

Em um mundo de uma imensa variedade de alimentos, todos eles podem ser classificados em um desses três tipos, que é uma expressão da qualidade dos mesmos. Não é difícil entender essa classificação, ela é fácil, e é só utilizar a virtude do DISCERNIMENTO, utilizar o cérebro, realizar investigações e ver a alógica para que os alimentos assim sejam perfilados

.

4787_fruit-trees-spring

A natureza integral ou trabalhada dos alimentos …os coloca em alguma desses três perfis ou classe, e agora iniciaremos com a explicação sobre quais são os alimentos CELESTIAIS… Faz parte desse perfil de alimentos os seguintes:

 

Mel das abelhas

Pólen das flores

Geleia Real

Frutas

Leite

 

O Mel de abelhas é um alimento de altíssima qualidade nutricional, e possui virtudes de nutrem até mesmo a parte espiritual de todos nós. Não é por acaso que na Bíblia os sábios assim deixaram escrito no livro de Provérbios, capítulo 24, versículos 13 e14:
 “Come o mel, filho meu, porque é bom, o favo de mel é doce ao paladar.…”. É uma glucose de alta qualidade, pois é o néctar das flores que as abelhas recolhem dos bosques e dos jardins e depositam delicadamente nos favos presentes nas colmeias.

 

mel-costumes-ars

Entre as tantas classes de mel, há uma muito especial que é o Mel Salínico, o qual contém os 12 sais que na antiguidade, em seu retorno anterior, recomendou nosso admirável Mestre SAMAEL AUN WEOR.

 

E o que falar do pólen? Ele é um alimento rico em aminoácidos e muito proteico, podendo chegar a conter um 36% de proteína. Ele ajuda a fortificar a memória e regularizar ou fazer desaparecer uma boa porcentagem das enfermidades do Sistema Nervoso, fortalecendo também todas as funções mentais e cerebrais.

 

Quanto a Geleia Real ela é a excelência das excelências… É o alimento que é entregue a algumas abelhas que são escolhidas para serem as rainhas da colmeia. Uma abelha obreira vive de 3 a 4 meses, mas uma abelha rainha, por consumir especificamente a geleia real, vive mais de 6 anos. Assim que, a geleia real pura, original, nos produz longevidade, pois contém inúmeras vitaminas e sais minerais os quais alguns nem a ciência conhece.

 

Sobre as frutas, é notório para todos como a Mãe Natureza nos brinda esses deliciosos e doces alimentos os quais, desde as alturas das copas das árvores, se precipitam ao chão, em um ato de bondosa dadiva para o nosso deleite. Sabemos valorizá-las?

2683097_óculos-laranja-suco-frutas-céu-árvore

É preciso dar-lhe o grande valor que elas merecem… pois, lastimosamente, quando chega o tempo da safra de mangas vemos que elas apodrecem nos pátios das casas e nos pomares das fazendas. Quando os tamarindeiros se enchem de deliciosos e agridoces frutos… muitos se secam e enegrecem ali, dependurados nas árvores durante um ou dois anos, por não terem sido aproveitados. E o que falar do pequi? Muitas vezes vemos árvores gigantescas de pequi do cerrado brasileiro fartos de frutos, mas desaproveitados. Todo esse desperdício acontece também com as goiabas, com as acerolas e muitas outras frutas.

 

As frutas estão, então, classificados como alimentos “celestes”, e desde as baixas ou altas alturas das copas de arbustos e árvores, elas pendem formosamente e descendem ao chão levando uma carga riquíssima de excelentes componentes que deliciam o nosso paladar, regeneram nossas células, limpam o nosso sangue e fortificam os nossos neurônios, pois não só possuem enzimas, vitaminas e sais minerais, como possuem diferentes antioxidantes chamados de “polifenóis”, proporcionando assim o melhoramento da nossa saúde, das nossas existências físicas e espirituais

.

abelha-polen-mel-costumes2-wm

O mel, o pólen e as frutas foram denominados pelos sábios KELIOM e SHAMAH como: ALIMENTOS EDÊNICOS. Essa foi a alimentação original, primigênia, que consumiam os seres angelicais que habitaram o Éden em um tempo legendário do planeta Terra, onde a Raça Vermelha, a Raça adâmica conviveu em harmonia com a Mãe Natureza e o Pai Sol, onde resplandecia a sabedoria, a excelente genética em seus corpos, e seu estilo de vida estava em perfeita conexão com a Mae GAIA, correspondendo assim ao desejo dos Creadores para a formação de Seres Solars e o resgate dos mesmos.

 

E o que os nossos Mestres sempre nos aconselharam é que consumamos essa alimentação edênica, solar. Se podemos consumir todos os dias o mel, o pólen, e quando podemos a geleia real, assim como as frutas, as quais devem estar abundantemente, em nossas casas… muito mais saúde obteremos; mais disposição para estudar e trabalhar reinará em nossas vidas. E estaremos imitando a vida dos Seres Solares que vivem nos Edens do Cosmos que são as estrelas, os sóis.

 

Portanto, queridos estudantes, leitores de minhas palavras: devemos reeducar-nos e ajudar a educar as crianças e os jovens para que valorizem estes alimentos, e adaptem os seus paladares, e modifiquem seus costumes alimentícios para melhor

.

Still life closeup - challah, apples, pomegranate and bowl of honey, isolated over white. Illustration of Rosh Hashanah (jewish new year) or Savior of the Apple Feast Day

Still life closeup – challah, apples, pomegranate and bowl of honey, isolated over white. Illustration of Rosh Hashanah (jewish new year) or Savior of the Apple Feast Day

Recordamos aqui aos nossos leitores que, quando ocorrem eventos no Grande Templo Vegetal SAKROAKUARIUS dos Andes, nas cerimonias comemorativas de entrada do ano novo, assim como quando se comemora o nascimento do Grande e Sagrado Elohim KRESTUS, e em comemorações de outros onomásticos de algum dos nossos Mestres e guias, há o costume de realizar-se uma ceia onde primam os ALIMENTOS EDÊNICOS. São assim servidas as saladas de frutas com uvas, manga, maca e às vezes ameixas frescas. Também é servido uma porção de mel de abelhas a todos os monges e visitantes no Templo. O alimento edênico sempre está presente, abundantemente, nestas ocasiões, deleitando o paladar de todos, recordando-nos às tradições judaicas antigas onde também este tipo de alimento era servido em ocasiões especiais.

 

A Mãe Terra, dadivosa e farturenta, em todos os sentidos, de suas mãos e de seus seios sagrados verte o “leite e mel” representando uma infinidade de alimentos, tão diversificados, que essa abundância se vê claramente refletida nas feiras e mercados onde chegam os produtos do campo. Os inúmeros sabores, cores, formatos, texturas, aromas desses alimentos são vistos nas bancas e prateleiras como arco íris vegetais que brotam das entranhas e da superfície da terra para dar-nos VIDA e ampará-la, para que possamos ser verdadeiros Templos do Deus Invisível.

 

Vamos, então, com o segundo tipo de alimentos. São os alimentos TERRENAIS… Eles, logicamente, também possuem uma vibração energética positiva e estão em conexão com a Mãe Terra, com a Mãe GAIA, com o próprio planeta Terra. São ótimos para a nossa fortaleza corporal, física, e também para a nossa evolução espiritual. Os alimentos TERRENAIS são:

 

Cereais integrais

Leguminosas

Tubérculos e

Hortaliças varias

Castanhas e nozes

Brotos

Melado e rapadura

 

É preciso esclarecer que os cereais integrais são: milho crioulo, o trigo, a cevada, o centeio, o amaranto ou quinoa, os cereais andinos… todos aqueles que não foram modificados geneticamente. São alimentos TERRENAIS todas as hortaliças, que são frutos e verduras de folhas, como também plantas silvestres comestíveis: abobrinhas, abóboras, morangas, berinjela, vagem, chuchu, maxixe, aipo, couve, agrião, alface, rúcula, chicória, salsinha, almeirão, beldroega, caruru, etc

.

verduras-alimentos-fator-inflamatorio-positivo-6948

Os tubérculos são: mandioca, batatas de toda classe, chacón, inhame, caranduá, cará, etc….

 

É importante ressaltar que, especificamente, se denominam “alimentos terrenais” aqueles que tem a conexão da Mãe GAIA. Assim que, todo alimento transgênico, mesmo sendo terrenal, é de classe mais inferior, assim como veremos em seguida. Então os vegetais transgênicos como soja, milho e trigo … se tornaram em alimentos inferiores, não recomendados para o consumo humano. Deve-se evita-los ao máximo, sempre e quando assim puder. Os alimentos terrenais, cultivados de forma orgânica, sempre são os melhores e os mais recomendáveis. Da forma mais natural possível, o alimento terrenal deve chegar as nossas cozinhas e às nossas mesas sem serem submetidos aos processamentos industriais.

 

Os alimentos terrenais podem ser utilizados para a preparação de tortas, bolos, pastéis, cremes, sopas e pratos deliciosamente preparados com as ervas aromáticas e outros condimentos como alho e cebola, cebolinha, orégano, louro os quais potencializam o sabor dos mesmos. Eles são portadores de proteínas, cálcio, potássio, magnésio, zinco, etc… E quando sejam consumidos crus, como as cenouras, beterrabas e as folhas verdes, assim como os brotos… muito melhor.

 

Não se esqueça de tomar todos os dias extrato de cenouras, chuchu, beterraba… e preparar também leites vegetais com as castanhas e nozes de diferentes classes que produzem as florestas e bosques do mundo.

 

E triste ver que a sociedade moderna, a indústria de alimentos se prestou para elaborar alimentos processados muito gostosos ao paladar mas péssimos para a saúde. Esses são os alimentos que denominamos: INFERNAIS.

 

A palavra significa também “inferior”, de pouca qualidade, paupérrimo. E nele estão enquadrados ou perfilados todos os seguintes alimentos:

 

Carnes de todo tipo

Açúcar

Bebidas açucaradas

Bebidas alcoholicas

Chocolate

Café

Farinhas refinadas

 

cara_azucar

Assim que, se bem que possa parecer um exagero, os doces de confeitarias, as “lindas” e “atrativas” guloseimas que vendem nos shoppings e supermercados, os chocolates com amendoim, frutas e nozes, as gomas de mascar ou chicletes, os pirulitos, as balas de todo tipo, as batatas chips, os biscoitos e bolachas recheadas, são alimentos processados com açúcares, aromatizados artificialmente, contém corantes, estabilizantes, conservantes, acidulantes e potencializadores de sabores… e por isso são considerados alimentos inferiores.

 

Também são então alimentos inferiores, as salsichas, patês, cremes, farofas, molhos e tudo o que contenham derivados cárneos, enfim todo alimento que é industrializado, devido ao refino e aos aditivos.

 

Esses alimentos conectam as pessoas com uma vibração baixa, inferior, uma energia que corresponde ao estado de degeneração ou de MORTE. Estes alimentos não nos trazem vida, senão: doenças, enfermidades, degenerações celulares de todas as partes do organismo humanos; por isso assim são chamados. São os responsáveis pelo entupimento de doentes nos postos de saúde e nos hospitais, assim como levam rapidamente as pessoas ao cemitério.

 

A ciência quântica os denomina: alimentos BIOCÍDICOS. E eles não devem fazer parte da mesa dos Filhos de Deus.

 

Queridos leitores… hoje estamos convidados a abandonar os alimentos biocídicos ou infernais para que tenhamos mais saúde e disposição. Que a nossa constituição física seja a melhor, a mais forte e pura, condizente a todos aqueles que aspiram chegar aos céus.

 

O Elohim KRESTUS EMANUEL, o mesmo Cristo, anunciou a humanidade que as portas dos céus estavam abrindo-se para que entrássemos por elas. Mas… é preciso desde já, desde aqui da superfície da Terra, preparar-nos para essa ascensão no final de nossas existências.

 

Quem deseje ter uma condição física e espiritual condizente aos lugares mais elevados do Cosmos, que são os Reinos Celestiais, os absolutos conectados ao Grande Absoluto Solar de todos os absolutos: deve ser celestial desde aqui, desde a vida presente. E a alimentação terrenal, de excelente qualidade, e os alimentos celestiais, também o preparam para isso.

 

Devemos libertar-nos da escravidão dos alimentos industriais, os piores, pois também esta é uma forma de adquirir LIBERDADE. A verdadeira liberdade também se consegue assim: escolhendo o melhor para sua existência. E os alimentos também fazem parte de suas escolhas.

 

Uma nova raça, uma nova estirpe se está formando sobre a Terra, e levamos até você esse conhecimento, essa nova proposta de um estilo de alimentação saudável para que também possa fazer parte dessa estirpe.

 

Realize todo esforço necessário, colocando todo entusiasmo e a potencia da boa vontade, com consciência e determinação para entender, compreender e aplicar as valiosas indicações entregadas

2 Comments

  1. Muito esclarecedor este assunto sobre as três categorias de alimentos.

  2. Quando tomei conhecimento dessas verdades por meio dos monges, deixei de me alimentar com carnes. Isso não foi nem um pouco difícil já que há muito queria me alimentar de forma mais saudável.

    Muito rapidamente deixei de sentir dores no fígado e meu intestino passou a funcionar melhor. Entretanto minha maior dificuldade é introduzir na minha alimentação uma diversidade de alimentos vegetais de forma atrativa e saborosa, pois gostaria muito que meus filhos também abandonassem os alimentos que fazem mal à saúde.

    Portanto, sugiro que se crie um espaço no site para vídeos que ensinem o preparo desses alimentos.

    Grata.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *